Páginas

A escola pode ser um espaço de inovação, de experimentação saudável de novos caminhos. Não precisamos romper com tudo, mas implementar mudanças e supervisioná-las com equilíbrio e maturidade. (José M. Moran)

domingo, agosto 26, 2007

SCRIBD - O YOUTUBE DOS TEXTOS

O site é considerado o YouTube dos textos. O usuário pode subir documentos e procurar por eles sem estar cadastrado, mas a conta oferece funções extras, como a marcação de um texto como favorito e o uso de tags. Os documentos podem ser baixados como PDF, TXT, DOC ou em MP3, como um arquivo de áudio. O som é construído automaticamente pelo site e o resultado é muito bom - pelo menos para os textos em inglês. Se preferir, pode ouvir o livro na própria página, com o player com carregamento dinâmico. O leitor de PDFs em Flash usado pelo Scribd é rápido, com várias funções e ainda pode ser colado em qualquer site, como os vídeos do YouTube.

Como em qualquer serviço de postagem de conteúdo pelo usuário, é possível encontrar muito conteúdo protegido por direito autoral e colocado online sem a permissão do detentor. Esse é um problema que o Scribd terá que resolver ao se tornar popular.




Fonte: BLog Futuro VC
Blog TechCrunch

segunda-feira, agosto 13, 2007

ESCRITA COLETIVA

A escrita coletiva entende-se por um projeto de trabalho onde todos os participantes trabalham de forma coopertiva ou colaborativa; este trabalho é mediado pelo uso do computador apoiado por ferramentas, visando a construção de conhecimentos pelos participantes.

Segundo Primo (2003) "no hipertexto cooperativo todos os envolvidos compartilham a invenção do texto comum, à medida que exercem e recebem impacto do grupo, do relacionamento que constróem e do próprio produto criativo em andamento. Já o hipertexto colagem constitui uma atividade de escrita coletiva, mas demanda mais um trabalho de administração e reunião das partes criadas em separado do que um processo de debate e invenção cooperada (nesses casos, uma pessoa ou uma pequena equipe de editores pode decidir o que publicar e trabalhar na organização e gerenciamento dascontribuições)".

A escrita coletiva precisa ser concebida não como uma mera experiência de aglomerados de idéias com algum objetivo pré-configurado, mas sim de uma interação constante que contribua efetivamente na construção do conhecimento dos envolvidos. O ambiente virtual onde esta escrita se desenvolve, acontece por meio de um software colaborativo que dá suporte ao trabalho, também chamado groupware, que possui ferramentas como: email, chat´s, vídeo-conferência, editores, planilhas..., entre outras, que facilitam as contribuições dos participantes.

Outra definição para Groupware encontramos com Skip Ellis, que definiu como um "sistema baseado em computador que auxilia grupos de pessoas envolvidas em tarefas comuns (ou objetivos) e que provê interface para um ambiente compartilhado". (WIKIPÉDIA)

As participações na escrita coletiva acontecem em diferentes intensidades, a cada momento o olhar de um participante modifica-se, ressaltando esse ir e vir em diversos pontos de vista. A descoberta e participação do ambiente em si, a experimentação de diversas ferramentas, o acoplamento a esse outro modo de autoria, possibilitam a criação e a recriação neste espaço de convivência.

Algumas ferramentas de escrita coletiva:

Sharepoint
TalkAndWrite
Lotus Note
Project Server
More.Groupware
ETC
Writely
ThinkFree
37 Signals
Zoho
Glypho
WebBrush
Co-link
Bloki
Wiki
Wikispaces
TWiki
Equitext
Nestescrita






Que tal trabalharmos vários gêneros textuais e publicarmos as criações coletivas em um Blog ?

O que são gêneros textuais e por que é importante utilizá-los para o ensino de Língua Portuguesa?
Gênero textual é um nome que se dá às diferentes formas de linguagem que circulam socialmente, sejam mais informais ou mais formais. Um romance é um gênero, um artigo de opinião também, um conto é um outro gênero, uma receita de bolo também é gênero textual, uma aula é gênero, uma palestra ou um debate na televisão também são gêneros textuais. Eles são a forma como a língua se organiza nas inúmeras situações de comunicação que vivemos no dia-a-dia. Gêneros textuais são língua em uso social, seja quando usamos a língua na escola, seja quando usamos a língua fora dela para nossa comunicação, seja quando usamos gêneros escritos, seja quando usamos gêneros orais. Os gêneros são língua em uso, são língua viva, são instrumentos de comunicação.

Por que usar seqüências didáticas ao ensinar gêneros textuais?
Para ensinar os alunos a dominar um gênero de texto de forma gradual, passo a passo. Ao organizar o ensino de língua portuguesa usando a seqüência didática para trabalhar o gênero textual escolhido, o professor explora diversos exemplares desse gênero, estuda suas características próprias e leva seus alunos a praticar diferentes aspectos de sua escrita antes de propor uma produção escrita final.
Outra vantagem desse tipo de trabalho é que leitura, escrita, oralidade e aspectos gramaticais são trabalhados em conjunto, o que faz mais sentido para quem aprende.

Para organizar o trabalho com um gênero textual em sala de aula, sugerimos a seguinte seqüência didática:

# Apresentar a proposta.
# Avaliar o conhecimento prévio dos alunos sobre o gênero.
# Apresentar o gênero escolhido, fazendo circular alguns de seus exemplares pela sala.
# Propor que os alunos escrevam um texto inicial do gênero, mesmo que imperfeito, para saber quais os aspectos desse gênero o professor precisa trabalhar mais.
# Ampliar o repertório do aluno, trazendo mais textos do gênero para a sala.
# Organizar e sistematizar o conhecimento sobre o gênero, com estudo detalhado de seus elementos, de sua situação de produção e da forma como esse gênero circula (num jornal ou num livro, por exemplo).
# Fazer uma produção escrita coletiva com a classe, tendo o professor como escriba, para que todos troquem conhecimentos e passem a dominar melhor o gênero estudado.
# Fazer uma produção escrita individual ou em duplas, grupos
# Convidar os alunos a fazer a revisão e a reescrita da produção no word.

O próprio programa apresenta possíveis correções. Leve seus alunos a perceber o porquê do programa estar chamando a atenção para aquela frase ou palavra. Será que está errada? O que está errado? Vamos descobrir procurando no dicionário?

Depois de digitado e revisado, convide seus alunos a publicarem no Blog criado e dedicado a este trabalho.

Um belo exemplo de escrita Coletiva é o trabalho que esta sendo realizado pela professora Silvânia da cidade de Tuparetama/PE,com uma turma de EJA. Vale a pena conferir: http://www.terceirafase.gigafoto.com.br/


Fonte: CENPEC - CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM EDUCAÇÃO, CULTURA E AÇÃO POPULAR

domingo, agosto 05, 2007

Prêmio Blog com Tomates

Premiação BLOG COM TOMATES







Quero agradecer a LUIS DHEIN do blog Luis Dheinpor indicar meu blog a esse prêmio.

Versão portuguesa do "No Fear" Blog Award.
"Eu, brit com, autora da iniciativa (...) Considero um Blog com Tomates aquele que luta pelos direitos fundamentais do ser humano. Havendo quem possa ter outra interpretação do mesmo, a nomeação de blogs e seus respectivos conteúdos são da responsabilidade de quem os indica."

E agora cabe-me cumprir a tarefa: assumindo que só se podem nomear 5 blogues, sob a ideia da protecção dos direitos humanos e de «No Fear» (NO FEAR Act de Novembro de 2006, relativo aos "rights and protections available under Federal antidiscrimination and whistleblower protection laws. ").

Os blogues que escolhi foram (serão premiados com um par de tomates - imagem original):

1 - FAZENDO BLOGS - da Márcia Sales

2 - EDUCAÇÃO DIFERENTE - blog da responsabilidade da apie - Associação Portuguesa de Investigação Educacional

3 - MEUS ESTUDOS EM REDE - da Clausia Mara Antoneli

4 - IDÉIAS, ARGUMENTOS, SENTIMENTOS - de Fábio Silva

5 - INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO - de Jaqueline

Os blogues premiados deverão, por sua vez, nomear outros cinco para receber o prémio e ir ao blogue original dizer que o receberam. http://blogcomtomates.blogspot.com/ Parabéns!!!!

quinta-feira, agosto 02, 2007

Avatar - a moda do momento

É incrível a quantidade de sites que podemos montar um avatar, e das mais diversas formas, animados ou não. O mais novo que enontrei por aí foi o site: MEEZ. Esta em inglês mas é de fácil entendimento, para quem já tentou fazer em outros sites. Espero que gostem. Aqui em baixo deixei o meu avatar.



Outro site que achei foi o PLANET M&M'S

segunda-feira, julho 02, 2007

DICAS DE SITES COM RECURSOS

Esta dica de site encontrei no Jornal O DIA on line

A sua cara - A partir de fotos reais, site cria animações para publicar na Web
Reportagem de Marlos Mendes

O sucesso do Second Life despertou um interesse crescente por avatares e animações personalizáveis. A exemplo do metamundo, há sites que permitem criar personagens a partir de modelos desenhados, o que produz na melhor das hipóteses uma vaga semelhança com a pessoa retratada.

O site Gizmoz.com é uma tentativa de acabar com isso e aproximar ainda mais o avatar de seu ente real. Como? Por meio de um software proprietário, o site cria figuras tridimensionais a partir de uma foto real. Mais ainda: faz animações com os avatares, atribuindo-lhes gestos e expressões faciais.



















Aqui minha primeira tentativa, ele tem tantas opções para escolhermos que fica até difícil, mas aí está.




Aqui minha segunda tentativa, com voz gravada.





.........................................................................


Esta dica encontrei no Blog do Luis Dhein .

"Flash Can Cards - Um dos sites mais interessantes que conheço. Com um conceito de interatividade que pouco se vê em sites na internet. Com um potencial educativo muito grande. Ele deixa você escolhar um ambiente e criar uma situação ou história.
Pode-se usar o recurso de diversas maneiras, em várias áreas do conhecimento.
O aluno mesmo, inventa a história, em seguida, precisa dar sustentabilidade para a história. Esse jogo estimula a criatividade do aluno e também por que não a inventividade, pois ele precisa sustentar a sua proposta." (Luis Dhein)

Andei vsitando e trabalhando no site. Ele permite realmente a confecção de diversos cartões, oferecendo diversos modelos. A única desvantagem é que vc só pode enviar por email, mas dá para copiar a imagem do cartão pronta com um PrintScreem.

Ao entrar no site clique a direita do monitor em more new cards, escolha um modelo a disposição. Feito isto ele entrará em outra tela onde vc montará seu card. È só clicar nos personagens ou nas coias em cena para deletar ou mudar de lugar. Ele permite também vc modificar a escrita dos balões.

Aqui deixei a imagem com a tela toda que aparece, mas vc pode recortar só o cartão, ok?

















..............................................................................



A outra dica é o site: Fodey.com
Esta dica veio do Blog Lousa Digital da Professora Sônia.

Ele oferece diversas opções para enfeitar seu blog, com uma noticia de jornal, uma coruja que vc pode colocar fala nos balões, esquilos, tomates, informações em caixas de cigarro, entre outros. É só entrar no site e clicar a direita em cima em uma das opções. Abrirá na pagina sua opção, preencha os campos corretamente e pronto, é só copiara figura para o seu blog. Abaixo esta uma que fiz com o jornal. O Recurso simples mas interessante para alguma chamada em seu blog.






















.................................................................................


Esta outra dica legal encontrei no Blog Midiático - da Fátima Franco

O site chama-se JIGZONE - um site que disponibiliza vários quebra-cabeças para você colocar em seu blog ou página pessoal.



Acesse o site, no final da pagina a esquerda clique em Sign in, quando abrir a tela para colocar seu login clique em: • New to Jigzone.com? Click Here , para fazer seu cadastro. Feito isto é só fazer o upload de uma foto que queira ou escolher uma ja existente para seu puzzle. Copie o codigo e cole em sua página.


Click to Mix and Solve

Clique na figura e monte o quebra-cabeça.

domingo, julho 01, 2007

BLOGS

BLOG

Em uma reportagem de JOSÉ LUIS ORIHUELA no Jornal El País encontramos que a honra das primeiras publicações, no que viria a ser uma idéia de Blog, é conferida ao sítio What's New, em 1992 onde Tim Berners-Lee, foi relatando a marcha do projeto da World Wide Web, posto em funcionamento naquele ano em Genebra.

Essa é a pergunta de uma interessante reportagem da Cnet, que sai em busca do primeiro web log. Fácil, não? É só saber quem escreveu o primeiro blog em abril de 1997.

Mas essa não parece ser uma resposta óbvia. "O primeiro blogger é o irascível Dave Winer? O iconoclasta Jorn Barger? Ou o expert em game online do The New York Times Magazine, Justin Hal?”

A resposta da Cnet é que os três, em alguma medida, podem ser considerados os primeiros blogueiros.

Winer é um pioneiro das técnicas de licenciamento e editor do Scripting News, que lançou em abril de 1997. Na época, ele não usava o termo "web log", que deu origem depois ao blog.

Barger, um programador futurista, disse, em entrevista para a Cnet, que é ele o inventor do termo "Web log". Em dezembro de 1997, criou o RobotWisdom.com, uma coleção de links de artigos sobre políticas, livros e tecnologias.

Outros atribuem o feito a Justin Hall, que logo depois de a web comercial ser criada, começou em janeiro de 1994 uma espécie de diário na internet, o link.net.

Independente de quando floresceu o primeiro blog, atualmente o Technorati, um dos principais serviços de indexação e busca da blogosfera, conta 72 milhões blogs. Segundo a empresa, são criados 175 mil blogs por dia. Cerca de 1,6 milhão de posts são publicados diariamente, o que significa uma atualização a cada 18 segundos. Muitos deles, é verdade, continuarão anônimos e são natimortos.

Para saber mais sobre blogs e sobre a blogosfera recomendo a leitura da entrevista da pesquisadora Daniella Bertocchi para Tiago Dória.

Fonte: http://idgnow.uol.com.br/internet/blog_dos_blogs/archive/2007/03/20/
blogosfera-chega-aos-10-anos-mas-quem-criou-primeiro-blog - Publicado por Ralphe Manzoni Jr. às 13h17 - 20/03/2007




Um weblog, blog ou blogue é uma página da Web cujas atualizações (chamadas posts) são organizadas cronologicamente de forma inversa (como um diário). Estes posts podem ou não pertencer ao mesmo gênero de escrita, referir-se ao mesmo assunto ou ter sido escritos pela mesma pessoa.

O weblog conta com algumas ferramentas para classificar informações técnicas a seu respeito, todas elas são disponibilizadas na internet por servidores e/ou usuários comuns. As ferramentas abrangem: registro de informações relativas a um site ou domínio da internet quanto ao número de acessos, páginas visitadas, tempo gasto, de qual site ou página o visitante veio, para onde vai do site ou página atual e uma série de outras informações.

Jorn Barger, autor de um dos primeiros FAQ - Frequently Asked Questions, foi o editor do blog original robotwisdom e concebeu o termo - "weblog" - em 1997, definindo-o como uma página da Web onde um diarista (da Web) relata todas as outras páginas interessantes que encontra. O blog de Barger tem uma aparência diferente dos atuais e ainda hoje mantém a mesma interface de quando foi criado.

O termo foi alterado por Peter Merholz, que decidiu pronunciar "wee-blog", que tornou inevitável o encurtamento para o termo definitivo "blog".

Rebecca Blood, pioneira no uso de blogs, relatou suas experiências, explicando que em 1999, os blogs eram distintos tanto em forma como conteúdo das publicações periódicas que os precederam (ezines e journals). Eles eram rudimentares em design e conteúdo, mas aqueles que os produziam achavam que estavam realizando algo interessante e decidiram ir adiante. Os blogueiros referenciavam entradas interessantes em outros blogs,normalmente adicionando suas opiniões. Créditos eram concedidos a um blogueiro individual quando outros reproduziam os links que este havia encontrado. Devido à freqüente interligação entre os blogs existentes na época, os críticos chamaram os blogueiros de incestuosos, que por sua vez sabiam que amplificavam as vozes uns dos outros quando criavam links entre si. E assim a comunidade cresceu. Os blogueiros pioneiros trabalharam para se tornar fontes de links para material de qualidade, aprendendo a escrever concisamente, utilizando os elementos que induziam os leitores a visitar outros sites.

A blogosfera, termo que representa o mundo dos blogs, ou os blogs como uma comunidade ou rede social, cresceu em ritmo espantoso. Em 1999 o número de blogs era estimado em menos de cinqüenta; no final de 2000, a estimativa era de poucos milhares. Menos de três anos depois, os números saltaram para algo em torno de 2,5 a 4 milhões. Atualmente existem cerca de 70 milhões de blogs e cerca de 120 mil são criados diariamente, de acordo com o estudo State of Blogosphere[1]. O estudo revela que a blogosfera aumentou em 100 vezes nos três últimos anos e que atualmente ela tende a dobrar a cada seis meses. Esse aumento significativo no número de blogs ao longo dos anos, fez com que a grande mídia desse maior importância ao fenômeno: entre 1995 e 1999 apenas onze artigos jornalísticos sobre blogs foram publicados. No ano de 2003, estima-se que 647 artigos foram publicados.

Provavelmente a maior diferença entre os blogs e a mídia tradicional é que os blogs compõem uma rede baseada em ligações - os links, propriamente. Todos os blogs por definição fazem ligação com outras fontes de informação, e mais intensamente, com outros blogs. Muitos blogueiros mantêm um “blogroll”, uma lista de blogs que eles frequentemente lêem ou admiram, com links diretos para o endereço desses blogs. Os blogrolls representam um excelente meio para observar os interesses e preferências do blogueiro dentro da blogosfera; os blogueiros tendem a utilizar seus blogrolls para ligar outros blogs que compartilham os mesmos interesses.

Fonte: Wikipédia - http://pt.wikipedia.org/wiki/Weblog


Sites para criação de Blogs

Blogger
http://www.blogger.com.br
Site do blogger no Brasil é mantido pela Globo.com e, por isso, exclusivo para assinantes desse portal.

Blogger.com
http://www.blogger.com/
Site que fornece os endereços http://nomedoblog.blogspot.com é gratuito mas o usuário precisa ter conta em outro servidor para hospedar as imagens que vai utilizar. Cadastro em português e demais funções em inglês.

Weblogger.br
http://weblogger.terra.com.br
Possui versão gratuita e a versão Plus (para assinantes do provedor Terra). Possui serviço de comentário, convite aos amigos, lembretes e é possível enviar arquivos para o template. No entanto, a edição de contador e a edição das cores de fonte, tamanho e tipo são feitos via código html. O envio de arquivos é limitado à 500 Kb por blog. Podem ser criados até 5 blogs por usuário.

Blig
http://www.blig.com.br
Serviço gratuito mas é necessário cadastrar-se no portal IG. Não é possível utilizar outros templates além dos oferecidos pelo site. Limite de espaço 1Mb de espaço para envio de arquivos. Só é possível realizar um post por dia e, cada post, pode ter apenas 3 comentários, também, por dia.

Blog – Uol
http://blog.uol.com.br
O usuário recebe um endereço no seguinte formato http://nomedoblog.zip.net.Gratuito, é necessário apenas se cadastrar como visitante (assinantes Uol tem maior espaço de armazenamento e outras vantagens) e aguardar a chave de ativação por e-mail (cuidado com o registro do e-mail, ele precisa ser válido). Possui ferramentas para edição de links, humor do dia, comentários (que podem ser moderados ou não), indicação para amigos, realização de enquetes, criação de blog comunitário, construção do perfil (com direito a avatar personalizado), contador de visitas, importação de posts de outros blogs, rss e edição de post através de mensagens do celular. O blog pode ser protegido com senha e liberado para visitação somente para quem a possuir. È possível utilizar os templates disponíveis ou utilizar templates de outros sites. È o site mais simples de ser utilizado para usuários que não conhecem HTML.

Big Blogger
http://www.bigblogger.com.br
Gratuito. Possui postagem por e-mail, número ilimitado de posts por dia, mural de recados, estatística de acesso, humor do dia, perfil, enquete, proteção do blog por senha, controle dos comentários, etc. Devido a grande popularidade do site os novos cadastros foram suspensos temporariamente.

The Blog
http://www.theblog.com.br
Cadastro gratuito mas possui versão para assinantes BRTurbo que possuem maior limite de armazenamento. Possui facilidades para editar o conteúdo, ajustar o template, etc. O servidor é lento e ocorrem vários erros durante a postagem.

AOL Blog
http://blog.aol.com.br
Exclusivo para assinantes AOL.

Blog-se
http://www.blog-se.com.br
Ó cadastro é gratuito mas, depois de receber a chave de ativação, é necessário esperar que o administrador do site libere a construção do cadastro. Esse tempo não é divulgado.

Via Blog
http://www.viablog.com.br
Gratuito. 1Mb de espaço de armazenamento. Podem ser enviadas imagens para o banco de imagens e podem ser usados templates de outros sites. Não dispõe de editor de humor, editor de links, nem nenhuma outra funcionalidade (tudo precisa ser editado no código) com exceção dos comentários que são inseridos automaticamente. Interface de envio de post é simples de usar.

Sapo.pt
http://blogs.sapo.pt
Site gratuito de Portugal. O cadastro é obtido através de inscrição que dá direito a um e-mail no Sapo.pt e a um passaporte (NetBI) que permite acesso a todos os serviços do portal. Há a possibilidade de ajustar o fuso-horário do site. È possível editar a ordem dos posts (crescente ou descendente), permitir o envio de comentários moderados ou não, editar o código do template, editar listas de email que receberão notificação quando o blog for atualizado. Espaço de armazenamento: 15 Mb. Demais funcionalidades podem ser feitas editando-se o código do template.

Dicas para um blog de sucesso (Dica da Gládis no blog Dicas da Aninha)

1. Blogue porque você quer blogar.
2. Leia outros blogs – cada pessoa tem um estilo diferente de blogar. Escolha um estilo lendo outros blogs, descubra o que lhe atrai e aprecie a leitura.
3. Escolha um nicho que possa desenvolver (e seja diferente) .
4. Conecte-se a outros blogs.
5. Admita seus erros.
6. Escreva bons títulos.
7. Adicione outras mídias: imagens, sons, vídeos.
8. Tenha voz ativa – blogar exige paixão e autoridade. O que exclui muita gente.
9. Saia da blogosfera, relacione-se com o maior número possível de pessoas.
10. Promova-se.
11. Escreva bem – seja criativo e diferenciado.
12. Exponha-se.
13. Ajude outras pessoas a blogar – compartilhe o que você aprendeu .
14. Mantenha contato com os visitantes – não seja medroso.
15. Mantenha sua integridade – “você é o que aparenta ser” .



COMO CRIAR UM BLOG NO BLOGGER








BLOG NA EDUCAÇÃO - TIPOS DE BLOGS





BLOG COMO FERRAMENTA DIDÁTICA



quinta-feira, junho 28, 2007

WEBGINCANA



DIFERENÇAS ENTRE WEBQUEST E WEBGINCANA

"WebGincana é um modelo diferente da WebQuest, e isso pode ser notado nos objetivos que cada um dos modelos tem, a WebQuest preocupa-se com questões pedagógicas como desenvolvimento de habilidades cognitivas, a transformação da informação, incentivar a criatividade, etc. Já a WebGincana possui objetivos mais modestos, como fazer que nossos alunos aprendam a ler na Internet, não apenas a “ver” sites e para justificar o nome tem um gostinho de gincana mesmo, de propor a saída do aluno pela escola em busca de informação.
Essa diferença pode nos fazer pensar que a WebQuest é um modelo mais rico que a WebGincana, pois trabalha com habilidades, incentiva a criatividade e possibilita trabalhar com o aluno de forma aparentemente mais divertida."

Fonte: http://blog.nivaldo-junior.pro.br/2006/04/19/um-modelo-de-webgincana/
Publicado por Nivaldo Jr

EXEMPLOS DE WEBGINCANA

História do Panamericano

Webgincana sobre a Internet

Webgincana Sistema Solar
Webgincana Parque Portugal

Webgincana Animais marinhos

Webgincana Águas e Vida

Quadrinhos e Animação

Webgincana Saúde Bucal

Novas Tecnologias da Informação e Comunicação

Volta ao mundo em 80 minutos

Conhecendo um pouco sobre as plantas





quarta-feira, junho 27, 2007

VIDEOS EDUCACIONAIS



















TIPOS DE PLANOS PARA VÍDEO -- ENQUADRAMENTOS



Plano Geral - WS (wide shot) ou LS (long shot)

MLS - Medium Long Shot ou FS (Full Shot). Enquadra pessoas da cabeça aos pés.

O MS corta na cintura.

O MCU (Medium Close Up) corta entre os ombros e a cintura.

O Close Up é perfeito para entrevistas. As mudanças de expressão facial, tão importantes para se compreender uma conversa, são vistas facilmente. Os Close-Ups também são utilizados como takes de apoio para mostrar detalhes importantes de objetos.

XCUs são Extreme Close Ups. O XCU pode mostrar, por exemplo, somente os olhos ou boca de um indivíduo. Com relação a pessoas, este tipo de plano é reservado para as cenas de impacto dramático. Com relação a objetos, o XCU é freqüentemente necessário para revelar detalhes importantes.




























Deixarei por aqui algumas dicas e tutoriais para fazermos, editarmos ou criarmos vídeos educacionais. O programa que utilizo é o Movie Maker, que vem junto com o Windows.


Tutorial Movie Maker



Tutorial Movie Maker - You Tube



Tutorial Mídias na Educação


Tem como um dos seus objetivos proporcionar a você uma visão crítica e abrangente sobre a incorporação das mídias e suas linguagens ao processo de ensino e aprendizagem.


Projeto Be-a-Bá

A Interrogação Filmes apresenta o Projeto Beabá - Oficina Audiovisual para a Juventude, uma tentativa de democratizar o domínio e o uso dos meios de comunicação através do ensino básico da linguagem videográfica, tanto na gramática como na técnica de operação dos equipamentos.


Clique aqui para baixar algumas páginas de exemplo do material desenvolvido para o Projeto Beabá.


Domínio público - imagem, som, texto e vídeo

Obras clássicas e contemporâneas que estão em domínio público organizadas pelo governo federal.


Projeto Cala Boca já morreu

O CALA-BOCA JÁ MORREU – porque nós também temos o que dizer! origina-se de um projeto de Educação pelos Meios de Comunicação, criado em 1995 e desenvolvido até 2003 como uma atividade sem fins lucrativos pelo GENS – Serviços Educacionais, nome fantasia do Grupo Ensino-Estudo S/C LTDA, sob direção de Donizete Soares e coordenação de Grácia Lopes Lima. Em 2004, o Projeto se constitui em uma organização não-governamental.

Dirigido inicialmente a crianças, o Projeto se estendeu também a adolescentes e jovens, oferecendo aos participantes oficinas de rádio, jornal impresso, vídeo e internet, tendo por objetivo ensinar-lhes novas linguagens e tecnologias e, com elas, a produção de informação. Os resultados de tais oficinas foram levados a público através de diferentes veículos de comunicação.


Projeto Geração Saúde

Geração Saúde: Vídeos produzidos pelo Ministério da Educação motivam adolescentes a cuidar da saúde

Ensinar aos adolescentes como cuidar da saúde, motivando-os a desenvolver hábitos que gerem prevenção e diagnóstico precoce de doenças. Mais do que isso: incentivar os jovens a multiplicarem o conhecimento adquirido e a tornarem-se agentes transformadores do meio em que vivem. Estes são alguns dos objetivos da série Geração Saúde, produção resultante de parceria entre a TV Escola da Secretaria de Educação a Distância do Ministério da Educação, a Universidade de São Paulo (Disciplina de Telemedicina da Faculdade de Medicina da USP) e a PUC do Rio de Janeiro.

Projeto Video na sala de aula - José Manuel Moran

Finalmente o vídeo está chegando à sala de aula. E dele se esperam, como em tecnologias anteriores, soluções imediatas para os problemas crônicos do ensino-aprendizagem. O vídeo ajuda a um bom professor, atrai os alunos, mas não modifica substancialmente a relação pedagógica. Aproxima a sala de aula do cotidiano, das linguagens de aprendizagem e comunicação da sociedade urbana, mas também introduz novas questões no processo educacional.




Exemplos de Vídeos Educacionais -

Esta da História da Chapeuzinho Vermelho, da Síndrome de Down, da Literatura de Cordel, e do trabalho Infantil foram algumas aventuras usando o Movie Maker, na disciplina de Internet para Educadores, da Pós-Graduação da UFRGS - Informática na Educação.









Kika explica de onde vem o ovo. Tragetória do ovo da galinha até sua casa. TV Escola - MEC

WEBQUEST - O QUE É



A Webquest é uma investigação cujas fontes são sobretudo, informações veiculadas no ciberespaço. É modelo criado pelo Prof. Bernie Dodge e Tom March, onde o Prof. Bernie enfatiza que "devemos saber para fazer e não apenas saber por saber", tendo como alma da Webquest as tarefas.


  • Para saber mais sobre Webquest acesse o site da Webquest - USP
  • No site do SENAC você encotra muitas informações também.
  • Na figura abaixo encontramos os tipos de Webquest que podem ser desenvolvidas.





Aqui você encontrará apenas alguns modelos de webquest para ilustrar este nosso espaço, mas não deixe de entrar nos sites sugeridos acima e conhecer um pouco mais sobre WEBQUEST e encontrar muito mais sugestões prontas.





















sábado, junho 23, 2007

QUADRINHOS

TOONDOO

SITE: http://www.toondoo.com/./Home.do

O ToonDoo é um site onde você pode criar sua própria tirinha, com uma razoável quantidade de personagens, objetos e cenários. Todo em Flash, é na base do arrastar e soltar, com comandos intuitivos e inteligentes.

É possível pesquisar por tags, publicar sua tirinha no site ou incluí-la em seu blog. Sempre em Flash.

Como negativo, a eterna dificuldade do Flash com acentos (pois é, não são suportados) e o formato, que é grande demais para a maioria dos blogs.



MINHA CRIAÇÃO NO TOONDOO











QUADRINHOS HAGÁQUÊ

Site: http://www.nied.unicamp.br/~hagaque/

No próprio site está disponibilizado o programa para download.

Quanto custa o HagáQuê?

Absolutamente nada! O HagáQuê é gratuito, e pode ser adquirido neste site e distribuído gratuitamente em CDs, disquetes e outras mídias.

Pedimos, porém, que toda e qualquer distribuição, CDs, outros sites e servidores FTP, divulguem o endereço deste site.

O QUE É O HAGÁQUÊ ?

O HagáQuê foi desenvolvido de modo a facilitar o processo de criação de uma história em quadrinhos por uma criança ainda inexperiente no uso do computador, mas com recursos suficientes para não limitar sua imaginação. E, como resultado do crescente uso por pessoas com necessidades especiais, o software vem passando por um processo de redesign visando melhorar sua acessibilidade.



imageM do site do HagáQuê

No site do programa você encontra todas as informações para download e utlização deste maravilhoso software. Além disso clicando em Histórias, no próprio site você tem acesso a algumas historinhas feitas com o software.













Abaixo contribuo com uma histórinha que fiz sobre para trabalhar com as crianças.



























TUTORIAL HAGÁQUÊ




STRIPCREATOR.COM

Site: http://www.stripcreator.com/index.php

O Stripcreator é um site simples, mas bem bacana. Ele permite a criação de "tiras" cômicas, de forma que o usuário escolhe o cenário, as personagens e digita as falas. A exploração do Stripcreator permite conhecer algumas palavras do vocabulário da língua inglesa, além de aguçar a criatividade.



TUTORIAL DO SCRIPCREATOR





MINHA CRIAÇÃO
















WITTY COMICS

Site: http://www.wittycomics.com/ Witty comics é um site em que você pode fazer tirinhas. Basta escolher o cenário, as personagens, os estilos dos balões e escrever o texto. Este site é estilo o Stripcreator, mas com um pouco menos de opções. Basta fazer seu cadastro, receber sua senha via email e pronto, pode entrar no site e montar seus quadrinhos fazendo o login.

TUTORIAIS DIVERSOS - APRESENTAÇÕES

BUBBLESHARE

SITE: http://www.bubbleshare.com/

O Bubbleshareé um serviço de compartilhamento de fotos na Internet. Você pode compartilhar ótimos albuns online em minutos, clicando e arrastando direto do Windows Explorer



tutorial produzido pelo CRTE Dois Vizinhos

SLIDE.COM
SITE:http://www.slide.com

Serviço que serve para organizar apresentações de slides com fotografias ou imagens. Podem compartilhar as apresentações com amigos/as por email, ou publicar em blogs ou páginas web mediante o códgio HTML .



SLIDESHARE
SITE: http://www.slideshare.net/



Entra no site

Inscreve-te em Signup.

Clica em "Start sharing your slides now"

Clica em "Procurar" e escolhe o documento a partilhar (só podem ser destes formatos: PDF, PPT, PPS, OPEN OFFICE ).

Escreve um tipo e uma breve descrição do documento.

Clica em UPLOAD e o documento é transferido para o Slide Share.

Clica em cima da apresentação do Documento e surgem de seguida duas formas para publicar o teu documento:

1. Copiar para o Blog (código HTML) 

2. Uma hiperligação com o url respectivo...





SLIDEROLL
Site:http://www.slideroll.com/









Amigos
View Photo Slideshow




Neste site do Slideroll temos a possibilidade de criar slides shows e vídeos em Flash, incluir música, publicar em Blogs, em suas páginas ou mesmo no YouTube! O software é muito semelhante ao Movie Maker!

Acesse o endereço do site

Clique em Sign up para registrar-se, preencha os campos necessários e clique em Register. Pronto agora você já pode começar a montar seus slides.

Explore mais este site! Os procedimentos iniciais são idênticos ao RockYou ou SlideShow...

PICTURETRAIL

É um recurso bem interessante para apresentação de fotos, te oferece várias alternativas. Mas ainda estou testando, li qualquer coisa sobre colocar música mas ainda não consegui. Abaixo minha primeira tentativa, ......!!!!!!



Cool Slideshows!

MAPAS CONCEITUAIS

MAPA CONCEITUAL


Site oficial do programa CMAP TOOLS (gratuito)

http://cmap.ihmc.us/

Download do programa

http://cmap.ihmc.us/download/

Tutorial - Noções básicas sobre CmapTools

http://penta2.ufrgs.br/edutools/tutcmaps/tutindicecmap.htm



O QUE SÃO MAPAS CONCEITUAIS ?


A teoria a respeito dos Mapas Conceituais foi desenvolvida na decáda de 70 pelo pesquisador norte-americano Joseph Novak. Ele define mapa conceitual como uma ferramenta para organizar e representar o conhecimento. O mapa conceitual, foi originalmente baseado na teoria da aprendizagem significativa de David Ausubel. A aprendizagem pode ser dita significativa quando uma nova informação adquire significado para o aprendiz através de uma espécie de ‘ancoragem’ em aspectos relevantes da estrutura cognitiva preexistente do indivíduo. Na aprendizagem significativa há uma interação entre o novo conhecimento e o já existente, na qual ambos se modificam. À medida que o conhecimento prévio serve de base para a atribuição de significados à nova informação, ele também se modifica. A estrutura cognitiva está constantemente se reestruturando durante a aprendizagem significativa. O processo é dinâmico; o conhecimento vai sendo construído.

O software CMAPTOOLS trabalha com a montagem do mapa conceitual, espécie de organograma de idéias com um conjunto de substantivos inter-relacionados. Os grandes conceitos aparecem dentrAo de caixas — que podem ser linkadas com imagens ou outros mapas — enquanto as relações entre eles são feitas por frases e verbos de ligação.

Mapas Conceituais são representações gráficas semelhantes a diagramas, que indicam relações entre conceitos ligados por palavras. Representam uma estrutura que vai desde os conceitos mais abrangentes até os menos inclusivos. São utilizados para auxiliar a ordenação e a seqüenciação hierarquizada dos conteúdos de ensino, de forma a oferecer estímulos adequados ao aluno. 



Mapas conceituais podem ser utilizados como:

Estratégia de estudo

Estratégia de apresentação de itens curriculares

Instrumento para a avaliação de aprendizagem escolar

Pesquisas educacionais


O mapa conceitual é útil para o estudante, por exemplo, para:

Fazer anotações

Resolver problemas

Planejar o estudo e/ou a redação de grandes relatórios

Preparar-se para avaliações

Identificar a integração dos tópicos


Para os professores, os mapas conceituais podem ajudar em:

Tornar claro os conceitos difíceis, arranjandos em uma ordem sistemática

Auxiliar os professores a manterem-se mais atentos aos conceitos chaves e às relações entre eles

Auxiliar os professores a transferir uma imagem geral e clara dos tópicos e suas relações para seus estudantes

Reforçar a compreensão e aprendizagem por parte dos alunos

Permitir a visualização dos conceitos chave e resumir suas inter-relações

Verificar a aprendizagem e identificar conceitos mal compreendidos pelos alunos

Auxiliar os professores na avaliação do processo de ensino

Possibilitar aos professores avaliar o alcance dos objetivos pelos alunos através da identificação dos conceitos mal entendidos e dos que estão faltando




Para melhor visualizar o conteúdo, clique com o botão direito do mouse e clique em Zoom It, para voltar ao normal repita o processo e clique em Zoom Out.











HOT POTATOES


Introdução ao Hot Potatoes

Hot Potatoes é um conjunto de cinco ferramentas de autoria, desenvolvidas pela equipe da University of Victoria CALL Laboratory Research and Development, que possibilitam a elaboração de cinco tipos básicos de exercícios interativos utilizando páginas Web.

Tutorial do Hot Potatoes bem simples de ser interpretado.

TUTORIAL HOT POTATOES
Sites com Exercícios on line com o Hot Potatoes

Este site posssui diversos exercícios com o programa Hot Potatoes em Língua Portuguesa

http://web.educom.pt/escolovar/hotpot_lp.htm

Site português com atividades de língua portuguesa, matemática e ciências, direcionadas a 1ª 2ª 3ª e 4ª séries.

http://www.prof2000.pt/users/rosaritos/testes/index.htm

Site Natemate

http://www.eb23-guifoes.rcts.pt/NetMate/sitio/Hot-Potatoes.htm

Aquarela

http://br.geocities.com/sintian_poie/hotpotatoes/
hotpotatoes.htm


Atividades sobre Sistema Solar

http://heliades.no.sapo.pt/actividades.htm

Atividades pedagógicas diversas

http://vamospelosonho.no.sapo.pt/exercicios.htm

quarta-feira, junho 06, 2007

Navegação Segura

Comando Tracert

O processo de Traceroute (que em português significa rastreio de rota) consiste em obter o caminho que um pacote atravessa por uma rede de computadores até chegar ao destinatário. O traceroute também ajuda a detectar onde ocorrem os congestionamentos na rede, já que é dada, no relatório, a latência até a cada máquina interveniente.

Utilizando o parâmetro TTL é possível ir descobrindo esse caminho, já que todas as máquinas por onde passa o pacote estão identificadas com um endereço e irão descontar a esse valor 1 unidade. Assim, enviando pacotes com o TTL cada vez maior, é possível ir descobrindo a rede, começando com o valor 1 (em que o router imediatamente a seguir irá devolver um erro de TTL expirado).

Para que este trabalho possa ser simplificado, colegas sugeriram o programa Neotrace, que você consegue pelo Baixaki.



Esta é apenas uma das opções que o programa fornece, ele ainda deixa vermos em forma de gráfico, em linha.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Traceroute

Porque Usar Traceroute

Traceroute é uma ferramenta que permite descobrir o caminho feito pelos pacotes desde a sua origem até o seu destino. Ele é usado para testes, medidas e gerenciamento da rede. O traceroute pode ser utilizado para detectar falhas como, por exemplo, gateways intermediários que descartam pacotes ou rotas que excedem a capacidade de um datagrama IP. Com esta ferramenta, o atraso da "viagem" do pacote entre a origem e gateways intermediários são reportados, permitindo determinar a
contribuição de cada gateway para o atraso total da "viagem" do pacote desde a origem até o seu destino. Versões melhoradas do traceroute permitem a especificação de "rotas livres da origem" para os datagramas. Isto permite investigar qual o caminho de retorno que as máquinas remotas fazem até o host local.

MECANISMO

O comando traceroute envia pacotes de pesquisa UDP (UDP probe packets) com um pequeno "time-to-live" máximo (variável Max_ttl), e então, espera por pacotes de resposta "ICMP TIME_EXCEEDED" dos gateways que estão no caminho. Os pacotes UDP começam com um valor Max_ttl de 1 hop, que é incrementado de 1 hop a cada vez, até que uma mensagem "ICMP PORT_UNREACHABLE" é retornada. Esta mensagem indica que o host destino foi localizado ou que o comando traceroute atingiu o valor máximo de
hops permitido para o "trace".

O traceroute envia três "probes" a cada Max_ttl indicando:

O valor Max_ttl

O endereço do gateway

O tempo de ida e volta (round trip) de cada "probe" bem sucedido.

Se as respostas ao "probe" vêm de gateways diferentes, o traceroute imprime o endereço IP de cada um deles. Se não houver resposta ao "probe" dentro de um intervalo de "time-out" de três segundos, um *(asterisco) é impresso.

Um ponto de exclamação ! é impresso depois do tempo de ida e volta (round trip time) do pacote se o valor Max_ttl é um hop ou menos. Um "time-to-live" máximo de um hop ou menos normalmente indica uma incompatibilidade na forma como as respostas ICMP são tratadas pelos diferentes softwares da rede. A incompatibilidade pode, normalmente, ser solucionada duplicando o valor do último Max_ttl usado e tentando
novamente.

http://penta.ufrgs.br/uel/graziela/graznw13.htm

quinta-feira, abril 12, 2007

Segurança na Internet

Hoje volto ao assunto sobre segurança na Internet. Vamos aproveitar para fazer uma campanha, assim como existem tantas por aí, que tal nós professores começarmos em nossas escolas uma longa campanha de conscientização sobre o uso da Internet e os perigos que este mal uso pode acarretar.



Temos 4 Riscos Potenciais (4 C's)

Estes riscos foram identificados em um programa piloto financiado pela comissão européia desde 1999 e apresentado em categorias, que são elas:


CONTEÚDOS - ilegais (pornografia), nocivos (preconceito, raiva), falsos, não-desejados (spam).

CONTATOS - chat's, fóruns, correios, pág. web. (pessoas mal intencionadas participando destes espaços e induz jovens e adultos a perigos.

COMÉRCIO - jovens influenciados a comprar pela internet, utilizando dados dos cartões dos seus pais, marketing abusivo.

COMPORTAMENTO - ameaçar terceiros, intimidar colegas, plagiar informações.

Agora estão incluindo mais um C - Copyright
Diz respeito ao plágio de trabalhos; alunos copiam e colam trabalhos de outros alunos, trabalhar o senso de ética, na autoria de fontes, alunos respeitando direitos de software, de textos e outras ferramentas, e o não respeito podendo levar a ações judiciais prejudicando a escola.

Devemos expor para nossos alunos, escolas e pais que a internet é uma ferramenta de comunicação positiva, e que seu uso saudável, moderado, controlado, pode e deve ser repassado para como novo hábito a ser criado e colocado em prática.

Dicas de sites sobre o assunto

Microsoft - http://www.msn.com.br/security/family/













Reportagem
http://www.decisionreport.com.br/publique/cgi/cgilua.exe/sys/
start.htm?infoid=281&sid=23



http://www.pcseguro.pt/criancas/mantenha_se.htm

quarta-feira, abril 11, 2007

NAVEGANDO SEGURO

OLÁ COLEGAS

Ainda falando em segurança descobri mais algumas sugestões q valem a pena serem visitadas e até trabalhadas com as crianças.

A primeira é do Instituto Airton Senna, o espaço tem um joguinho, downloads e HQ interativas.





Acesse o site e não perca esta dica
http://www.navegueprotegido.org/senninha/default.htm

Outra dica para as crianças maiores são os Gibis
No site da Hackerteen encontramos um Gibi Online tratando deste assunto.









Acesse: http://www.hackerteen.com.br/gibi_apagao.php

segunda-feira, abril 09, 2007

SEGURANÇA NA INTERNET



Bem, o assunto bastante discutido semana passada e esta na Pós de Informática na Educação (CINTED/UFRGS), tem sido a questão de segurança no uso da internet, tanto nosso adulto quanto em relação às crianças em casa, na escola ou em outros locais.

Pensar que a Internet não encerra perigos ou que estes só afectam os outros é assumir uma atitude distante e pouco informada. Por outro lado, adoptar visões alarmistas só ajuda a ocultar a realidade.

Tomar consciência dos riscos, estar informado de como os prevenir ou minimizar, orientar as actividades das crianças e adolescentes na Internet, podem ser as chaves para garantir uma utilização em segurança.

Por isso deixo abaixo um leque de sugestões para nós professores lermos, indicarmos para nossos colegas professores lerem e nossos gestores, este compromisso é de todos nós.

No meu outro blog Bloguespaço Andréa De Carli deixei algumas outras sugestões.

SEGURANÇA PARA CRIANÇAS
http://www.minerva.uevora.pt/internet-segura

KIDS PRIVACY FOR TEACHERS
http://www.ftc.gov/bcp/conline/edcams/kidzprivacy/
teachers.htm


MIÚDOS SEGUROS NA NET
http://www.miudossegurosna.net

SITES COM INFORMAÇÕES SOBRE VÍRUS E SEGURANÇA EM GERAL
http://www.cert-rs.tche.br

domingo, abril 08, 2007

Páscoa

Colegas que visitam o meu Blog, tenham uma excelente páscoa.
Acessem o site abaixo e visualizem esta animação de páscoa.



http://www.cardmaster.com/card/Easter/Flash%20Card/SomeBunny_Loves.swf



Olá pessoal
Acessem o site abaixo e visualizem esta simpática mensagem de páscoa, está em Flash.

http://www.cardmaster.com/card/Easter/Flash%20Card/EasterWishes.swf

quinta-feira, fevereiro 22, 2007

Especial Volta às Aulas

Microsoft Educação Brasil
Especial Volta às Aulas
Publicado em: 6 de janeiro de 2007








Esta segunda sugestão faz parte do Projeto Escola Digital da Secretaria de Educação de João Pessoa, na Paraíba. Trata-se do “Baile do Texto”, arquivo desenvolvido no Microsoft PowerPoint e que tem por objetivo alertar os estudantes do ensino básico, fundamentalmente, sobre as questões de pontuação.Montagem e Mùsica Prof. Daniele Dias, pedagoga e mestranda em Educação na linha de Estudos Culturais e Tecnologias da Informação e Comunicação, e atualmente diretora de Informática Educativa na Secretaria de Educação do município de João Pessoa (PA).



O Diário de Classe eletrônico, feito no software Microsoft Word. Tem por objetivo poupar os professores da árdua tarefa de preenchê-lo repetidamente, liberando-os para que possam aproveitar melhor o tempo com atividades que contribuam para o aprendizado de seus alunos.

“É um trabalho repetitivo, pois, se levar em consideração que o professor está escrevendo sobre a mesma matéria para a mesma série, ano após ano, significa que ele está passando basicamente as mesmas anotações”, explica a professora doutora Cristiana Mattos Assumpção, coordenadora de Tecnologia na Educação do Colégio Bandeirantes, escola particular localizada na cidade de São Paulo (SP).



Para melhor visualisar os slides, clique com o botão direito do mouse em cima do slide e clique em Zoom it, isto ampliará a tela, para voltar ao normal, clique de novo com o botão direito em Zoom out.


Fonte: Microsoft

segunda-feira, fevereiro 19, 2007



Negroponte diz que vai vender laptop de US$ 100 por US$ 450 no eBay

Por Redação do IDG Now!
Publicada em 21 de setembro de 2006 às 16h00

São Paulo - Dinheiro arrecadado com venda será usado para financiar equipamentos para crianças pobres. Preço inicial é estimado em US$ 138.

O laptop de 100 dólares vai custar 450 dólares no eBay. A declaração foi feita por Nicholas Negroponte, autor do projeto e o principal executivo da organização não-governamental One Laptop per Child, durante o AMD Global Vision Conference.
Saiba mais





CEO da Intel mostra concorrente do notebook de 100 dólares

Por Ralphe Manzoni Jr., editor executivo do IDG Now!
Publicada em 28 de março de 2006 às 11h07
Atualizada em 28 de março de 2006 às 16h05

São Paulo - Em visita ao Brasil, Paul Otellini apresenta projeto de notebook educacional de US$ 400 previsto para o começo de 2007.

O presidente da Intel, Paul Otellini, mostrou pela primeira vez um protótipo de um notebook educacional, chamado de Edu-Wise, muito parecido com o equipamento de 100 dólares que é patrocinado pela rival AMD e será lançado pela organização não-governamental One Laptop per Child (OLPC).

Saiba mais

sexta-feira, fevereiro 16, 2007

Troque seu orkut por um Blog

Visitando um Blog novo chamado Zero Blog - Networkjornalismo, de Roberto Romano Taddei - Jornalista e escritor, São Paulo; encontrei esta campanha.
Na verdade a campanha não é contra o Orkut, mas trazer o que tem de bom lá para um ambiente livre e aberto, valorizando os Blogs.







"Pelo uso inteligente do tempo online.

Pela (re)afirmação da cultura.

Pela interatividade real.

Pela inteligência colaborativa.

Pela conquista do espaço virtual aberto e livre.

Pela manutenção e recriação do português.

Pelo não ao voyeurismo tímido.

Pela cara a tapa.

Pela contribuição milionária de todos os pontos de vista*.

Pelo mundo ao contrário * *.

Participe você também da campanha "Troque seu orkut por um blog".
O selo pode ser copiado e utilizado livremente. "

domingo, fevereiro 11, 2007

Recursos Educativos

Olá pessoal, aí vai mais uma dica de site que disponibiliza programas educativos, está em espanhol, mas é de fácil acesso.





Recursos Educativos
Espacio con diversos Recursos Educativos a ser usadas en el Aula.

Novidades - Quadro Interativo




Cultura Inglesa adota quadro interativo
Escola está usando o software da Promethean para ensinar crianças e teens


A Cultura Inglesa inicia 2007 aposentando a lousa branca e o pincel atômico. Em seu lugar entra um grande quadro branco interativo que permite ao professor ensinar na mesma linguagem digital do cotidiano dos alunos. Com o novo equipamento, pode-se criar desenhos, puxar e modificar textos, projetar e trabalhar imagens, fazer palavras cruzadas, usar personagens e inúmeras e divertidas variações usando software, internet e DVDs. E para escrever, em lugar do pincel atômico, o professor usa uma caneta/mouse. Produzido pela empresa britânica Promethean, o quadro interativo foi criado para motivar, educar e cativar estudantes pertencentes a uma geração acostumada à tecnologia. Ao integrar uma série de recursos tecnológicos, possibilita a preparação de aulas digitais dinâmicas e interativas de acordo com o perfil de cada turma. A Cultura Inglesa empregará na sala de aula os programas Activprimary (para crianças) e o Activstudio (para adolescentes e adultos), ambos da Promethean.

Fonte: Olhar Digital

sábado, fevereiro 10, 2007

Toufee: Flash fácil

Não poderia deixar de dividir com vocês mais esta dica que encontrei no Blog Aprendizagens by Gilian Cris - Gílian Cristina Barros. Abaixo coloquei a postagem dela mesmo pois já explica tudo e postei tbem uma animação q ela fez para demonstração, em breve estarei publicando alguma que eu tenha feito, mas como demanda em tempo, para ser rápida utilizarei a dela.

Uma das coisas que sempre procurei foi um editor simples para produção de filmes, banners e apresentações em Flash, e acabei de encontrar o TOUFEE.
Espaço gratuito, com apenas dois problemas básicos:
1° - É em inglês.
2° - Não aceita acentuações, cedilhas e afins... no mais é uma ferramenta interessante e poderosa!
Cadastre-se e confira.
Disponível em: touffe.com


Create flash movies in minutes at Toufee.com

quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Oficina de Criação Educarede

Quem tiver um tempinho disponível sugiro o site EDUCAREDE,e lá visite a oficina de criação, uma ótima opção para trabalharmos leitura e escrita.



"Que tal fazer uma oficina?

Este é um espaço interativo, orientado por um mediador, que pode ser você! A partir de atividades propostas pelo mediador, os participantes produzem textos e acompanham a produção dos colegas, trocando comentários entre si. A cada semana, o mediador comenta a produção dos participantes e publica materiais de apoio para ajudá-los a aprimorar o seu texto. No final, os textos escolhidos pelo mediador são reunidos em um Livro Virtual, que pode ser consultado no EducaRede por qualquer internauta. Veja ao lado como fazer uma oficina."

Fonte: EDUCAREDE

Como organizar o Laboratório de Informática

A organização prática e eficiente do laboratório de Informática contribui para o desenvolvimento de projetos educacionais.




Fonte: Coleção Educarede - Vol 2

quarta-feira, fevereiro 07, 2007

Glossário

Que maneira mais fácil de ajudar novos blogueiros, do que disponibilizando uma ajuda
com os nomes mais utilizados na WEB.

Fonte:
ENSINAR COM INTERNET - como enfrentar o desafio

COLEÇÃO EDUCAREDE - VOL II

terça-feira, fevereiro 06, 2007

Aprender Português

Animacao sobre a utilizacao da linguagem da internet em sala de aula.

Blogtube

BlogTube - serie de tutoriais de pesquisa e uso do YouTube. Neste episódio, o primeiro da primeira série, uma pequena amostra de como encontrar videos legais.

quarta-feira, janeiro 31, 2007

Posso Imaginar o Ensino sem Tecnologia ?



Temporariamente desligada, passei a pensar nas mudanças ocorridas em minha sala de aula

Publicado em: 12 de Agosto de 2004 | Atualizado em: 12 de Agosto de 2004

Por Brenda A. Dyck

Esta atividade apresenta links com sites americanos.

"Desculpem, mas os professores não terão acesso a computadores por 6 a 8 semanas". Esta informação assustadora veio como conseqüência da escola ter-se mudado para instalações maiores porém antigas, edificadas lá pelos anos 50. O novo local não tinha a infraestrutura necessária para um ambiente de ensino totalmente conectado a redes. Por isso, enquanto eles faziam as instalações, nós esperávamos.

Para alguém que vê a integração tecnológica como sendo tão natural quanto respirar, ter sido empurrada para dentro de uma zona de ensino isenta de tecnologia, foi quase além da minha compreensão. Durante os últimos quatro anos, passei a ver a tecnologia como uma ferramenta eficaz que equipa os professores para fazer o que sempre fizeram, porém com mais eficiência e ímpeto. No espírito da canção "Imagine" de John Lennon, eu passei a tentar imaginar quão diferente seria ensinar sem tecnologia.

LEIA MAIS....